Cálculo do Simples Nacional para 2018

Neste simulador de cálculo do Simples Nacional você identificará a alíquota efetiva que o contribuinte deverá aplicar sobre a Receita Bruta a partir de 2018, considerando as novas regras introduzidas pela Lei Complementar 155/2016. 

De acordo com as novas regras, o valor do Simples Nacional será determinado mediante aplicação de alíquotas efetivas, que são calculadas a partir das alíquotas nominais constantes das tabelas dos Anexos I, II, III, IV e V.

 

Preencha os Campos abaixo para realizar o calculo:






                                                                                                                   
 

Confira a fórmula utilizada:

RBT12 x Alíq – PD
RBT12

 

Onde:

RBT12 = *Receita bruta acumulada nos 12 meses anteriores ao período de apuração;

*Destacamos os casos que a empresa tenha iniciado as atividades em ano-calendário anterior ao da opção ou no próprio ano-calendário da opção. 

Alíq = Alíquota nominal constante dos Anexos Anexos I, II, III, IV e V da Lei Complementar 123/2006, alterada pela Lei Complementar 155/2016;

PD = Parcela a deduzir constante dos Anexos I, II, III, IV e V da Lei Complementar 123/2006, alterada pela Lei Complementar 155/2016. 

No cálculo final do valor a recolher, para que não ocorra recolhimento à maior dos tributos, o contribuinte deve informar de forma separada no PGDAS, as receitas que se enquadrem nas situações que relacionamos a seguir, pois essas receitas são tributadas de forma diferenciada:
- Receitas que possuam imunidades constitucionais. Exemplo: venda de livros, jornais e periódicos que não sofrem tributação de ICMS, nem de IPI, seja no Simples Nacional ou não;
- As exportações de mercadorias ou de serviços, que não sofrem tributação do ICMS, do IPI, do ISS, do PIS, da Cofins, seja no Simples Nacional ou não;
- As isenções e as reduções do ICMS que os estados prevejam especificamente para empresas enquadradas no Simples Nacional. Lembrando que no Rio de Janeiro não há isenção de ICMS para os optantes pelo Simples Nacional;
- As receitas de mercadoria sujeitas à tributação monofásica do PIS e da Cofins. Identifique se a sua mercadoria tem tratamento diferenciado de PIS/Cofins; 
- As receitas auferidas pelos contribuintes substituídos cujo ICMS já tenha sido retido pelo regime de substituição tributária. Veja se o produto está sujeito ao regime de Substituição Tributária de ICMS;

As receitas cujo ISS tenha sido retido, desde que a sua retenção obedeça às regras nacionais que definem o município de recolhimento.

 

AGENDA TRIBUTÁRIA

  • 1

    GPS

  • 2

    Sem obrigações para este dia.

  • 3

    Sem obrigações para este dia.

  • 4

    Sem obrigações para este dia.

  • 5

    IOF

    IRRF

  • 6

    Salário mês de Janeiro de 2017

  • 7

    GFIP

    FGTS

    CAGED (1º via)

    Empregador Doméstico

    Salário mês de Janeiro/2017 – Empregado Doméstico

    IRRF - Imposto de Renda Retido na Fonte - Empregado Doméstico

  • 8

    Sem obrigações para este dia.

  • 9

    Informe de Rendimentos do Juros Sobre o Capital Próprio

    IRRF - Imposto de Renda Retido na Fonte - Outros Rendimentos

    IRRF - Imposto de Renda Retido na Fonte - Outros Rendimentos

    INSS GPS - Envio ao sindicato

    INSS - Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais

    IPI

  • 10

    Sem obrigações para este dia.

  • 11

    Sem obrigações para este dia.

  • 12

    Sem obrigações para este dia.

  • 13

    Sem obrigações para este dia.

  • 14

    Sem obrigações para este dia.

  • 15

    CIDE Combustíveis

    CIDE - Remessas ao Exterior

    PIS/COFINS - Retenção

    INSS

    DCP – Demonstrativo de Crédito Presumido

    IOF

    IRRF

  • 16

    EFD Contribuições - PIS/COFINS

    EFD Contribuições - INSS

  • 17

    Sem obrigações para este dia.

  • 18

    Sem obrigações para este dia.

  • 19

    Sem obrigações para este dia.

  • 20

    INSS

    INSS - Cooperados

    INSS - DARF - Recolhimento Sobre a Receita Bruta - Lei Nº 12.546/2011

    INSS - Comercialização da Produção Rural

    INSS - Retenção de INSS Sobre a Nota Fiscal

    REFIS III - INSS - PARCELAMENTO EXCEPCIONAL - MP nº 303/06 - PAEX

    PAES - INSS

    Contribuições Sociais

    Retenção de Contribuições Federais

    IRRF

    PIS/PASEP - Entidades Financeiras e Assemelhados

    COFINS - Entidades Financeiras e Assemelhados

    RET (RET/PMCMV/Estab. Educ. Infantil)

    SIMPLES NACIONAL

    SIMEI

    PGDAS-D - Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional - Declaratório

    RET - Regime Especial de Tributação

  • 21

    Sem obrigações para este dia.

  • 22

    Sem obrigações para este dia.

  • 23

    DCTF-Mensal

    IRRF - Rendimentos de Aplicações Financeiras, Juros sobre capital próprio, prêmios, Multas e vantagens de que trata o art. 70 da Lei nº 9.430/1996

    IOF

    PIS/PASEP

    COFINS

    IPI

    IPI

    IPI

    IPI

    IPI

    DCIDE - Declaração de Dedução de Parcela da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico - Combustíveis

  • 24

    Sem obrigações para este dia.

  • 25

    Sem obrigações para este dia.

  • 26

    Sem obrigações para este dia.

  • 27

    Sem obrigações para este dia.

  • 28

    PIS/COFINS – Retenção

    IRRF - Rendimentos de Capital - Fundos de Investimentos Imobiliários - Rendimentos e Ganhos de Capital

    IRPF - Carnê-Leão

    IRPF Lucro na alienação de bens ou direitos

    IRPF - Renda variável

    IRPJ Renda variável

    IRPJ - Estimativa Antecipação Mensal

    CSLL - Estimativa Antecipação mensal

    IRPJ/SIMPLES Nacional Lucro na alienação de ativos

    IRPJ Lucro inflacionário

    IRPJ Apuração trimestral

    CSLL Apuração trimestral

    REFIS

    PAES – PJ

    PAEX

    PAES - PF

    PAES - ITR

    Parcelamento Especial do Simples Nacional

    Parcelamento Simples Nacional

    Parcelamento Especial da Lei nº 11.941/2009

    Parcelamento - Lei nº 11.941/2009 - Reabertura

    Parcelamento - Lei nº 12.865/2013

    Parcelamento - Lei nº 12.865/2013

    Parcelamento - Lei nº 12.996/2014, Art. 2º

    Parcelamento Especial do SIMPLES Nacional 2017

    Parcelamento – Programa de Regularização Tributária (PRT)

    Programa de Regularização Tributária Rural – PRR

    PERT – Parcela

    INSS - Parcelamento para Ingresso no Regime do Simples Nacional

    REDOM - Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos

    SISCOSERV - Registro de Faturamento (RF) - Registro de Pagamento (RP)

    SISCOSERV - Registro de Vendas (RVS) - Registro de Aquisição (RAS)

    SIMPLES Nacional e SIMEI - Opção

    Declaração de Operações Imobiliárias (DOI)

    DECRED – Declaração de Operações com Cartões de Crédito

    DIMOB – Declaração de Informações Sobre Atividade Imobiliária

    DIRF – Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte

    DME – Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie

    DIF - Cigarros

    DIF – Papel Imune

    Contribuição Sindical dos Empregados

    Contribuição Sindical Autônomos e Profissionais Liberais

    OBS

    DMED - Declaração de Serviços Médicos e de Saúde

FIQUE POR DENTRO

Cadastre-se em nossa Newsletter e receba nosso boletim em seu e-mail.

Fale Conosco

Nosso horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 8h30 às 18h.

telefones

© Todos os direitos reservados OPIDEIA